Página inicial

Cursos e Seminários

 


maio 2019
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  
Pesquise em
Cursos e Seminários:

Arquivos:
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
As últimas:
 

maio 29, 2019

#18.art: Da admirável ordem das coisas: arte, emoção e tecnologia - inscrições de resumos

Encontro Internacional “#18.art: Da admirável ordem das coisas: arte, emoção e tecnologia” acontecerá em Portugal, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, de 17 a 19 de outubro de 2019.

Inscrições dos resumos até 16 de junho de 2019

18.art: Da admirável ordem das coisas
Português e inglês online
Submissão via EasyChair

APRESENTAÇÃO

Partindo de duas obras – “Admirável Mundo Novo” (1931), Aldous Huxley; “A Estranha Ordem das Coisas: A Vida, os Sentimentos e as Culturas Humanas”, António Damásio (2017) – desejámos que o #18.ART sirva como plataforma de discussão que pretende coalescer os mundos da arte, saúde, ciência e tecnologia.

Temos vindo a verificar, ao longo das passadas edições do Encontro Internacional #ART, que alguns temas tratados têm vindo a apresentar reflexões visando desvelar a complexa relação política, social e identitária, como forma de evidenciar o pensamento artístico. Emergem noções que permitem compreender e aprofundar as teorias que nascem a partir de novos paradigmas criativos vinculados à simbiose do pensamento sistêmico, artístico, científico, tecnológico, estético, geográfico, ecológico, comunicacional e político.

No distópico romance de Huxley, discutem-se avanços tecnológicos em várias facetas da sociedade (reprodução, aprendizagem durante o sono ou medicamentos para a felicidade). Uma construção ideológica sobre a desumanização dos seres humanos, onde se alude a que o preço da liberdade é a vigilância eterna. Esta ideia de evolução ultrapassa o Homem enquanto individuo, por outro lado, vemos cada vez mais, hoje em dia, estados de presença e ausência, materialidade e imaterialidade que são encarados no domínio da hauntologia - enquanto sensibilidade construída à volta da ideia de espectro, do simultaneamente presente e ausente. Esta dupla condição de corpo e imagem pode ser compreendida na dependência da vigilância da tecnologia, nos fluxos de dados negociados na vivência em rede digital e na proposta de monitorização da saúde ou na investigação científica. Vemos como que um contraponto entre esta hipotética civilização ultra- estruturada (tendo com objetivo a obtenção da felicidade de todos indivíduos) e as impressões humanas e sensíveis do "anormal" que, visto como algo aberrante, faz desenvolver um fascínio estranho entre nós.

O uso da tecnologia para construção da felicidade pode por outro lado ser entendida como meio de produção artística, como emergência emocional caraterística da excecional inteligência humana, auxiliada pela linguagem. Em "A Estranha Ordem das Coisas", Damásio afirma que os sentimentos – de dor, sofrimento ou prazer antecipado – foram as forças motrizes primordiais do empreendimento cultural, os mecanismos que impulsionaram o intelecto humano na direção da cultura. Nas suas palavras: “os seres humanos distinguiram-se de todos os outros seres ao criarem espantosas criações de objetos, práticas e ideias conhecidas coletivamente como «culturas».” Damásio propõe que os sentimentos monitorizaram o sucesso ou o fracasso das nossas invenções culturais, associando cultura a homeostasia tornando relevante a ligação à natureza aprofundando a humanização do processo cultural, criando uma interdependência das ideias, praticas culturais, objetos e biologia.

O Encontro Internacional “#18.ART: DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: arte, emoção e tecnologia”, procurará analisar conceitos que surgem da prática artística, tecnológica e científica dos seus participantes, e confrontá-los com as noções oriundas do pensamento contemporâneo dos autores nomeados ou de outros inter-atores propostos.

Verificamos que através dos anteriores eventos deste Encontro Internacional, ficou claro que a arte - com as condições proporcionadas pelo discurso da ciência, tecnologia e dos média - oferece um potencial - inteligente e potenciador - onde os média e as tecnologias estão engajadas no pensamento crítico e de elocução para as artes e onde se desvanecem distinções ontológicas pré-concebidas. No entanto, as qualidades simbólicas e estéticas, bem como o pensamento critico e os aspetos investigativos e de confronto teórico da “pré-média arte”, também se apresentam ser tão importantes para a “pós-media arte”, obrigando a produção e o discurso artístico a manter uma mediação entre a matéria e o assunto - realidades e utopias, devolvendo à arte latu senso a questão central da sua existência.

O #ART Encontro Internacional de Arte e Tecnologia permite a criação de estratégias e metodologias de apresentação, registo e análise crítica interdisciplinar num processo de mapeamento da ação e do pensamento, que permitem a construção de uma plataforma de discussão e consulta e uma análise crítica e sistemática das suas múltiplas aceções. Contribui também para a criação de públicos com as diversas exposições simultâneas e para a criação de um legado de investigação, um aprofundamento da compreensão de um território que se inscreve alem dos seus limites físicos em perpétuo movimento. Um mapa, simultaneamente, estético, político, cultural e afetivo.

Convidamos a submissão das suas propostas de participação em formato de artigo/poster e sua apresentação, trabalho para exposição e/ou artist talk, para que juntos possamos explorar e produzir experiências inovadoras.

TEMAS

Ciência e Tecnologia [Media Arte]
Fluxo de Dados: Visualização e Sonificação
Harmonias Sonoras: Homeostasia
Instalação e Espaço/Design Interativo

Arte, Afetos e Sentimentos
Arte e Biologia: Distopias e Utopias
Matéria e Memória
Saúde, Imortalidade e Algoritmos

Arte de Ver: Portas da Perceção
Histórias e Teorias da Arte
Imagem, Desenho e Conhecimento
Praxis e Poiesis: da Prática para a Teoria

CRONOGRAMA

16/06/2019: submissão dos resumos das propostas;
26/06/2019: notificação aos autores da aceitação das propostas;
até 28/07/2019: inscrição e pagamento;
10/09/2019: submissão dos artigos completos;
até 15/09/2019: inscrição com pagamento agravado;
17-19/10/2019: #18.ART 2019;

SUBMISSÕES

Chamada de Trabalho
Os modelos das chamadas de trabalhos são:
- Chamada de Artigos;
- Chamada de Trabalhos para Exposição;
- Chamada de Poster;
- Chamada de Artist Talk*.
*As Artist Talk são apresentações curtas, até 10 minutos, ou demonstrações que mostram trabalhos de arte, artefactos de projeto, ou trabalhos em desenvolvimento.

Processo de submissão
A submissão de trabalhos será realizada em duas fases:
- Submissão do resumo (ARTIGO/OBRA PARA EXPOSIÇÂO/POSTER/ ARTIST TALK).
- Submissão do artigo para o Livro de Atas após a aceitação do resumo.

Submissão dos resumos (até 16 de junho)
Os resumos das propostas (ARTIGO/OBRA PARA EXPOSIÇÂO/POSTER/ ARTIST TALK) podem ser submetidos em português, inglês ou espanhol.
Os resumos são submetidos no EasyChair.
Os resumos devem cumprir o limite de 300 palavras.
Os resumos não podem conter referências bibliográficas (não podem identificar o autor – os dados dos autores serão preenchidos no EasyChair).

Submissão dos artigos (após aceitação e até 10 de Setembro)
Os resumos dos artigos devem ser apresentados em duas línguas, sendo uma delas o inglês.
Os artigos devem cumprir o limite de 2000 a 3000 palavras (incluindo: resumo, notas e as referências bibliográficas – no máximo de 8 páginas com tabelas, gráficos, imagens);
O texto do trabalho completo deverá utilizar espaço simples, fonte verdana 11;
As eventuais notas serão feitas no final do texto em corpo 9, espaço simples;
Currículo resumido do autor ou autores (deverá ser em nota de rodapé, corpo 9, espaço simples, justificado à margem esquerda e conter: titulação máxima, instituição de vínculo, endereço eletrônico e telefone de contato).
Os textos devem seguir, obrigatoriamente, as normas de formatação do #18.ART TEMPLATE (WORD). O modelo deve ser descarregado e deve ser usado para trabalhar diretamente sobre o ficheiro.
No caso destas normas não serem respeitadas, os textos não serão publicados.

INSCRIÇÕES

Valor da Inscrição

Valores das inscrições (até 28 de Julho)
- Artigo (publicação + apresentação) 130€ (estudantes 90€)
- Trabalhos para Exposição 70€
- Poster 50€
- Artist Talk 50€

Preços para inscrição (de 29 de Julho a 15 de Setembro)
- Artigo (publicação + apresentação): 180€ (estudantes 120€)
- Trabalhos para Exposição: 100€
- Poster: 70€
- Artist Talk: 70€
Só são incluídas no programa submissões com registos pagos até 15 de Setembro.

Como pagar
Transferência Bancária, Vale Postal ou via PayPal.
A inscrição no "18ART" será feita enviando o Formulário de Registro por e-mail, como indicado, juntamente com o comprovativo de envio de pagamento por vale- postal ou prova de transferência Bancária ou via PayPal

Inscrições (custos)
O valor da inscrição irá cobrir os custos de publicação, dos materiais de apoio distribuídos, meios de disseminação web, bem como os snacks/cafés de intervalo, a entrada na exposição e outros custos de organização. Despesas de almoços, jantares e dormidas não incluídas.
Preços para a assistir ao encontro sem submissão (três dias):
Publico em geral: 25€
Sendo autor está automaticamente convidado a assistir ao encontro (três dias).
A inscrição na conferência inclui um livro de atas digital e coffee breaks. Cada publicação aceite deve ser apresentada na conferência por um dos autores e deve ter pelo menos uma inscrição.
Para se qualificar para a taxa de aluno você deve apresentar uma carta de seus supervisores, ou apresentar um ID de estudante de sua instituição, juntamente com a inscrição.
A inscrição no “18º Encontro Internacional de Arte e Tecnologia (#18.ART) DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: arte, emoção e tecnologia” será feita enviando o Formulário de inscrição por e-mail, como indicado, juntamente com o comprovativo de envio de pagamento por transferência bancária, vale-postal ou prova de transferência pay-pal.

LOCAL

A Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL) tem por missão a criação de conhecimento científico, cultural e artístico, a formação de nível superior fortemente ancorada na investigação, a valorização social e económica do conhecimento e a participação ativa no progresso das comunidades em que se insere.

#18.ART (17 a 19 de outubro)
Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL)

Exposição EmMeio#11.0 (17 a 20 de outubro)
Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL)

Como chegar ao local da conferência
Largo da Academia Nacional de Belas Artes 4,
1249-058 Lisboa
Portugal

ORGANIZAÇÃO

Instituições
Cultivamos Cultura - Associação Cultural;
Instituto de Investigação e Inovação em Saúde – i3S;
Universidade de Lisboa – Faculdade de Belas Artes (FBAUL) (Portugal) / CIEBA: Centro de Investigação e Estudos de Belas-Artes;
Universidade de Aveiro – Departamento de Comunicação e Arte (Portugal) / ID+ - Instituto de Investigação em Design, Media e Cultura;
Universidade de Brasília (Brasil);
Universidade Federal de Goiás (Brasil);

Comissão Responsável
Paulo Bernardino Bastos - Univ. de Aveiro – Dep. de Comunicação e Arte (PT)
Antenor Ferreira – Univ. de Brasília (BR)
Maria Manuela Lopes – Investigadora I3S - Porto (PT)
Cleomar Rocha – Univ. Federal de Goiás (BR)

Comissão Organizadora
Antenor Ferreira – Univ. de Brasília (BR)
Cleomar Rocha – Univ. Federal de Goiás (BR)
João Paulo Queiroz - Univ. de Lisba/FABUL (PT)
Luís Graça - Univ. de Lisboa (PT)
Maria Manuela Lopes – Investigadora I3S - Porto (PT)
Marta de Menezes – Cultivamos Cultura (PT)
Mónica Mendes - Univ. de Lisboa/FBAUL/ITI/LARSYS (PT)
Paulo Bernardino Bastos - Univ. de Aveiro – Dep. de Comunicação e Arte (PT)
Suzete Venturelli – Univ. de Brasília (BR)

Comissão Científica / Scientific Committee
Adérito Marcos | Univ. Aberta (PT)
Andrés Burbano | Univ. dos Andes (CO)
Antenor Ferreira | Univ. de Brasília (BR)
António Valente | Univ. de Vila Real (PT)
Celso Guimarães | Univ. Federal Rio de Janeiro (BR)
Cláudia França | Univ. Espírito Santo (BR)
Cláudia Mariza Brandão | Univ. Fedreal de Pelotas (BR)
Cleomar Rocha | Univ. Federal de Goiás (BR)
Daniel Tércio | Univ. Nova de Lisboa (PT)
Fabiana Wiellevick | ISCE Douro (PT)
Fátima Lambert | Inst. Politécnico do Porto | InED (PT)
Filipe Rocha da Silva | Univ. de Évora (PT)
Francisco Piquer | Univ. Politécnica de Valencia (ES)
Francisco Providência | Univ. de Aveiro (PT)
Gilbertto Prado | ECA-USP, UAM (BR)
Graça Magalhães | Univ. de Aveiro (PT)
Inês Moreira | Univ. do Porto | FBAUP(PT)
José Alberto Gomes | CITAR/ Univ. Católica Portuguesa (PT)
João Paulo Queiroz | Univ. de Lisboa/FBAUL (PT)
João Vilnei | Univ. Federal Fortaleza (BR)
Julio Borlido Santos | Univ. do Porto (PT)
Kathleen Rogers | Univ. Creative Arts (UK)
Laís Guaraldo | Univ. Federal do Rio Grande do Norte (BR)
Lucia Santaella | Pontifícia Univ. Católica de São Paulo (BR)
Luís Graça | Univ. de Lisboa (PT)
Luisa Paraguai | Pontifícia Univ. Católica de Campinas (BR)
Luísa Ribas | Univ. de Lisboa/FBAUL (PT)
Maria Luiza Fragoso | Univ. Fed. Rio de Janeiro (BR)
Maria Manuela Lopes | Investigadora I3S - Porto (PT)
Mário Gandra | ISCE Douro (PT)
Marta de Menezes | Ectopia | Cultivamos Cultura (PT)
Miguel Carvalhais | Univ. do Porto/FBAUP (PT)
Milton Sogabe | Univ. Anhembi Morumbi (BR)
Mirian Tavares | Univ. do Algarve (PT)
Mónica Mendes | Univ. de Lisboa/FBAUL/ITI/LARSYS (PT)
Nara Cristina Santos | Univ. Fed. Santa Maria (BR)
Nelson Zagalo | Univ. de Aveiro (PT)
Paulo Bernardino Bastos | Univ. de Aveiro (PT)
Paulo Luís Almeida | Univ. do Porto | FBAUP (PT)
Philip Cabau | Inst. Politecnico de Leiria (PT)
Priscila Arantes | Paço das Artes (BR)
Rachel Zuanon | UNICAMP (BR)
Rogério Câmara | Univ. Brasília (BR)
Rosangella Leote | Univ. Estadual Paulista (BR)
Sérgio Eliseu | ISCE Douro / UA(PT)
Silvia Laurentiz | Univ. São Paulo (BR)
Suzete Venturelli | Univ. Brasília, Univ. Anhembi Morumbi (BR)
Tania Fraga | Univ. São Paulo (BR)
Vasco Branco | Univ. do Porto (PT)
Welligton Junior | Univ. Federal Fortaleza (BR)
Wojciech Owczarski | Univ. Gdansk (PL)

CONTATO

E-mail: 18.art2019@gmail.com

Publicado por Patricia Canetti às 3:12 PM


28º Encontro Nacional da ANPAP: inscrições de trabalhos

Origens, 28º Encontro Nacional da Anpap 2019 - Goiás, que se realizará na Cidade de Goiás, Estado de Goiás, de 16 a 20 de setembro de 2019

A presente edição é um convite ao retorno às bases que lastreiam reflexões e questionamentos que fundam o existir, os percursos, as práticas e motivações de pesquisadores e pesquisadoras que, por meio de suas investigações, alicerçam os cinco Comitês formadores da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas – Anpap: Curadoria (CC); Educação em Artes Visuais (CEAV); História, Teoria e Crítica da Arte (CHTCA); Patrimônio, Conservação e Restauro (CPCR); Poéticas Artísticas (CPA).

Inscrições prorrogadas até 9 de junho de 2019

EDITAL DO 28º ENCONTRO NACIONAL DA ANPAP

A Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas - Anpap vem a público divulgar as diretrizes do seu 28º Encontro Nacional, a ser realizado na Cidade de Goiás, Estado de Goiás, de 16 a 20 de setembro de 2019.

A presente edição é um convite ao retorno às bases que lastreiam reflexões e questionamentos que fundam o existir, os percursos, as práticas e motivações de pesquisadores e pesquisadoras que, por meio de suas investigações, alicerçam os cinco Comitês formadores da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas – Anpap: Curadoria (CC); Educação em Artes Visuais (CEAV); História, Teoria e Crítica da Arte (CHTCA); Patrimônio, Conservação e Restauro (CPCR); Poéticas Artísticas (CPA).

O tema Origens surge no momento da escolha da sede do 28º Encontro Nacional da Anpap. Reconhecida por ter sido a primeira capital do Estado de Goiás, a Cidade de Goiás nos impele a refletir sobre a complexidade das origens das histórias, ações, práticas e transformações que compõem culturas e suas dinâmicas. Convidamos pesquisadores e pesquisadoras a refletir sobre a potência política, pedagógica, histórica, estética e poética dos inícios.

2. DA ESTRUTURA DO 28º ENCONTRO DA ANPAP

O 28º Encontro Nacional da Anpap possui a seguinte estrutura:
- Sessões de Comunicação Oral, por Comitê;
- Sessões de Apresentação de Pôsteres, por Comitê;
- Conferências;
- Fóruns de Coordenadores e Editores.

2.1 Das Sessões de Comunicação Oral, por Comitê

As Sessões de Comunicação Oral são estruturadas por Comitê. Cada Comitê receberá, avaliará e selecionará ARTIGOS referentes a pesquisas finalizadas ou em andamento que podem ou não estar relacionadas ao tema do 28º Encontro Nacional da Anpap.

2.2 Das Sessões de Apresentação de Pôsteres, por Comitê

As Sessões de Apresentação de Pôsteres abrem espaço para pesquisadores em formação, tais como estudantes de graduação, iniciação científica, ensino médio, bem como professores e alunos de cursos formais e não formais, e demais atores da educação informal em Artes, que versem sobre práticas e pesquisas relacionadas a um dos Comitês da Anpap. As Sessões de Apresentação de Pôsteres são estruturadas por Comitê. Cada Comitê receberá, avaliará e selecionará RESUMOS COMPLETOS referentes a pesquisas finalizadas ou em andamento que podem ou não estar relacionadas ao tema do 28º Encontro Nacional da Anpap.

2.3 Das Conferências

As conferências do 28º Encontro Nacional da Anpap serão compostas por convidados pesquisadores e/ou artistas brasileiros e/ou estrangeiros.

2.4 Dos Fóruns de Coordenadores e Editores

Os Fóruns de Coordenadores e Editores destinam-se a reunir representantes da área de Artes Visuais de Instituições de Ensino Superior (IES) Públicas e Comunitárias (sem fins lucrativos) para direcionar as discussões sobre políticas públicas e ações que qualifiquem as atividades didático-pedagógicas e de pesquisa dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Artes Visuais, dos Espaços Expositivos dessas IES, bem como dos Editores de Revistas Científicas ligadas aos Programas de Pós-Graduação da área. Os Fóruns são realizados anualmente nos Encontros Nacionais da Anpap e estão sob a responsabilidade de coordenadores específicos. Os Fóruns dividem-se em:

- Fórum de Coordenadores de Cursos de Graduação em Artes Visuais, Artes Plásticas, História da Arte, Conservação e Materiais (forumgraduacao.artesvisuais@gmail.com);
- Fórum de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação em Artes/Artes Visuais (forumposgraduacao.artesvisuais@gmail.com);
- Fórum de Coordenadores de Museus, Galerias e Espaços Expositivos Universitários (museusegalerias.artesvisuais@gmail.com);
- Fórum de Editores de Revistas dos Programas de Pós-Graduação em Artes/Artes Visuais (editores.artesvisuais@gmail.com).

Em 2019, os Fóruns de Coordenadores e Editores acontecerão nos dias 16 e 17 de setembro, na Cidade de Goiás. Os Fóruns possuem organização própria e contam com o apoio da Anpap, em conformidade com o Art. 2º do seu estatuto: A Anpap terá como finalidade o estímulo e o desenvolvimento da pesquisa em artes plásticas e visuais no País, além de promover sua difusão através de todos os meios disponíveis.

Para maiores informações sobre como participar dos Fóruns, entrar em contato com seus coordenadores através dos e-mails específicos de cada Fórum.

3. DA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

A submissão de trabalhos contempla as modalidades ARTIGO (destinado à Comunicação Oral) e RESUMO COMPLETO (destinado à Apresentação de Pôster) e é aberta a Associados e Não Associados. Cada trabalho deve ser submetido a um dos Comitês da Anpap por meio da plataforma Easychair.

3.1 Da Submissão de Artigos para Comunicação Oral

Admitir-se-á a submissão de até dois artigos por autor e de até dois artigos por coautor. A temática do artigo deve ter aderência ao Comitê escolhido, sendo facultativa a sua vinculação ao tema do 28º Encontro Nacional da Anpap. O artigo deve estar de acordo com as normas de redação disponíveis no item 4.1 deste Edital.

3.2 Da Submissão de Resumos Completos para Apresentação de Pôster

Admitir-se-á a submissão de um resumo completo por autor e de um resumo completo por coautor. A temática do resumo completo deve ter aderência ao Comitê escolhido, sendo facultativa a sua vinculação ao tema do 28º Encontro Nacional da Anpap. O resumo completo deve estar de acordo com as normas de redação disponíveis no item 4.2 deste Edital.

4. DAS NORMAS DE REDAÇÃO DE TRABALHOS

De modo a preservar a avaliação cega, os ARTIGOS e RESUMOS COMPLETOS deverão ser submetidos sem a identificação do(s) autor(es) e coautor(es) em nenhuma parte do documento. Trabalhos que contenham informações que possibilitem a identificação de seus autores e/ou coautores serão automaticamente desconsiderados. Os artigos e resumos completos serão avaliados por representantes eleitos de cada Comitê, contando com o apoio de consultores ad hoc

4.1 Normas para redação de ARTIGOS

4.1.1 Formatação

- A formatação do texto deve seguir as diretrizes do arquivo-modelo TEMPLATE_ARTIGO_ANPAP2019 disponível em www.anpap.org.br. O arquivo-modelo não deve ser alterado.
- O texto deve ser redigido em Word e o arquivo deve ser salvo exclusivamente com extensão *.doc (outros formatos não serão aceitos);
- Formato da página: A4 (21 x 29,7cm);
- Margens: as margens esquerda e superior devem ter 3 cm; as margens direita e inferior devem ter 2 cm;
- Numeração de páginas: as páginas não devem ser numeradas;
- Quebras: não inserir quebras de seção nem quebras de página em nenhuma parte do documento;
- Parágrafo: configurar o espaçamento antes com 0pt e depois com 12pt. Não acrescentar recuo de parágrafo.

4.1.2 Estrutura do texto

Título do Artigo em Português: Fonte Arial, corpo 12, negrito, caixa alta, centralizado, entrelinhas simples. O título não deve ultrapassar duas linhas. (Pular duas linhas com espaçamento simples para inserir o título do artigo em inglês).

Título do Artigo em Inglês: Fonte Arial, corpo 12, negrito, caixa alta, centralizado, entrelinhas simples. O título em inglês não deve ultrapassar duas linhas. (Pular três linhas com espaçamento simples para inserir o resumo).

Resumo: Fonte Arial, corpo 11, normal, alinhamento justificado, entrelinhas simples. Máximo de 10 linhas. A palavra RESUMO deve ser escrita em caixa alta e negrito. (Pular uma linha com espaçamento simples para inserir as palavras-chave).

Palavras-chave: Fonte Arial, corpo 11, normal, alinhamento à esquerda, entrelinhas simples. Mínimo de 3 e máximo de 5 palavras-chave. A expressão PALAVRAS-CHAVE deve ser escrita em caixa alta e negrito. (Pular duas linhas com espaçamento simples para inserir o abstract).

Abstract: Fonte Arial, corpo 11, itálico, alinhamento justificado, entrelinhas simples. A palavra ABSTRACT deve ser escrita em caixa alta e negrito. (Pular uma linha com espaçamento simples para inserir as keywords).

Keywords: Fonte Arial, corpo 11, itálico, alinhamento à esquerda, entrelinhas simples. Mínimo de 3 e máximo de 5 keywords. A expressão KEYWORDS deve ser escrita em caixa alta e negrito. (Pular três linhas com espaçamento simples para dar início ao texto).

Subtítulos no Corpo do Texto: Fonte Arial, corpo 12, negrito, alinhamento à esquerda. Os subtítulos não devem ser numerados.

Corpo do Texto: Fonte Arial, corpo 12, alinhamento justificado, entrelinhas 1,5. Mínimo de 11.000 caracteres com espaços e máximo de 25.000 caracteres com espaços, sem contar o resumo, abstract, palavras-chave, keywords, notas de fim, referências e legendas das imagens.

Citações: Citações com até três linhas devem seguir a mesma formatação do corpo do texto. Citações com mais de três linhas devem ser recuadas 4 cm a partir da margem esquerda e seguir a seguinte formação: Fonte Arial, corpo 11, alinhamento justificado, entrelinhas simples.

Imagens: Formato JPG; Resolução mínima de 72 dpi e máxima de 150 dpi; Tamanho mínimo de 7 x 5 cm e máximo de 15 x 10 cm; alinhamento centralizado. As imagens devem ser dispostas no corpo do texto, possuir legenda e estar referenciadas e sequenciadas no texto com a indicação de Figura 1, Figura 2 etc. Número máximo: 10 imagens coloridas e/ou em preto e branco. As imagens não devem ter formatação de quebra automática de texto e nem ser ancoradas ao texto.

Legenda das imagens: Deve ser indicada logo abaixo da imagem com Fonte Arial, corpo 10, alinhamento centralizado, entrelinhas 1. Deve conter as informações necessárias para a compreensão de seu uso, bem como sua fonte e autorização de uso, se for o caso. No ato da submissão do artigo, a autoria das imagens deve ser incluída apenas se ela não coincidir com a autoria do artigo, de modo a preservar a avaliação cega do trabalho. Caso coincidam, o autor deve suprimir esta informação no momento da submissão e incluí-la apenas após a aprovação do artigo, na versão final que deverá ser enviada de acordo com instruções que serão fornecidas, posteriormente, a autores e coautores com trabalhos aprovados.

Notas: Não serão aceitas notas de rodapé ao longo do texto; inserir somente notas de fim. (Pular duas linhas com entrelinhas 1,5 para dar início às Referências).

Referências: Fonte Arial, corpo 11, alinhamento à esquerda, entrelinhas simples. Aqui devem estar incluídas somente as referências citadas no texto, sejam elas bibliográficas, eletrônicas ou outras, em conformidade com as normas da ABNT (NBR 6023/2018).

4.1.3 Envio

O arquivo deverá ser enviado exclusivamente pela plataforma Easychair. A confirmação da submissão será enviada automaticamente para o(s) e-mail(s) do(s) autor(es).

4.2 Normas para redação de RESUMOS COMPLETOS

4.2.1 Formatação

- A formatação do texto deve seguir as diretrizes do arquivo-modelo TEMPLATE_RESUMOCOMPLETO_ANPAP2019 disponível em www.anpap.org.br. O arquivo-modelo não deve ser alterado.
- O texto deve ser redigido em Word e o arquivo deve ser salvo exclusivamente com extensão *.doc (outros formatos não serão aceitos);
- Formato da página: A4 (21 x 29,7cm);
- Margens: as margens esquerda e superior devem ter 3 cm; as margens direita e inferior devem ter 2 cm;
- Numeração de páginas: as páginas não devem ser numeradas;
- Quebras: não inserir quebras de seção nem quebras de página em nenhuma parte do documento;
- Parágrafo: configurar o espaçamento antes com 0pt e depois com 12pt. Não acrescentar recuo de parágrafo.

4.2.2 Estrutura do texto

Título do Resumo Completo: Fonte Arial, corpo 12, negrito, caixa alta, centralizado, entrelinhas simples. O título não deve ultrapassar duas linhas. (Pular duas linhas com espaçamento simples para inserir o resumo).

Resumo: Fonte Arial, corpo 11, normal, alinhamento justificado, entrelinhas simples. Máximo de 10 linhas. A palavra RESUMO deve ser escrita em caixa alta e negrito. (Pular uma linha com espaçamento simples para inserir as palavras-chave).

Palavras-chave: Fonte Arial, corpo 11, normal, alinhamento à esquerda, entrelinhas simples. Mínimo de 3 e máximo de 5 palavras-chave. A expressão PALAVRAS-CHAVE deve ser escrita em caixa alta e negrito. (Pular três linhas com espaçamento simples para dar início ao texto).

Subtítulos no corpo do texto: Fonte Arial, corpo 12, negrito, alinhamento à esquerda. Os subtítulos não devem ser numerados.

Corpo do Resumo Completo: Fonte Arial, corpo 12, alinhamento justificado, entrelinhas 1,5. Mínimo de 8.000 caracteres com espaços e máximo de 10.500 caracteres com espaços, sem contar o resumo, palavras-chave, notas de fim, referências e legendas das imagens.

Citações: Citações com até três linhas devem seguir a mesma formatação do corpo do texto. Citações com mais de três linhas devem ser recuadas 4 cm a partir da margem esquerda e seguir a seguinte formação: Fonte Arial, corpo 11, alinhamento justificado, entrelinhas simples.

Imagens: Formato JPG; Resolução mínima de 72 dpi e máxima de 150 dpi; Tamanho mínimo de 7 x 5 cm e máximo de 15 x 10 cm; alinhamento centralizado. As imagens devem ser dispostas no corpo do texto, possuir legenda e estar referenciadas e sequenciadas no texto com a indicação de Figura 1, Figura 2 etc. Número máximo: 10 imagens coloridas e/ou em preto e branco. As imagens não devem ter formatação de quebra automática de texto e nem ser ancoradas ao texto.

Legenda das imagens: Deve ser indicada logo abaixo da imagem com Fonte Arial, corpo 10, alinhamento centralizado, entrelinhas 1. Deve conter as informações necessárias para a compreensão de seu uso, bem como sua fonte e autorização de uso, se for o caso. No ato da submissão do resumo completo, a autoria das imagens deve ser incluída apenas se ela não coincidir com a autoria do trabalho, de modo a preservar a avaliação cega. Caso coincidam, o autor deve suprimir esta informação no momento da submissão e incluí-la apenas após a aprovação do resumo completo, na versão final que deverá ser enviada de acordo com instruções que serão fornecidas, posteriormente, a autores e coautores com trabalhos aprovados.

Notas: Não serão aceitas notas de rodapé ao longo do texto; inserir somente notas de fim. (Pular duas linhas com entrelinhas 1,5 para dar início às Referências).

Referências: Fonte Arial, corpo 11, alinhamento à esquerda, entrelinhas simples. Aqui devem estar incluídas somente as referências citadas no texto, sejam elas bibliográficas, eletrônicas ou outras, em conformidade com as normas da ABNT (NBR 6023/2018).

4.2.3 Envio

O arquivo deverá ser enviado exclusivamente pela plataforma Easychair. A confirmação da submissão será enviada automaticamente para o(s) e-mail(s) do(s) autor(es).

5. DAS TAXAS DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS

As taxas de submissão de trabalhos referem-se ao processo de avaliação cega de ARTIGOS e RESUMOS COMPLETOS.

5.1 Taxa de Submissão de ARTIGOS para Associados:

É isenta desde que os Associados estejam em dia com todas anuidades da Anpap, inclusive a anuidade de 2019.

5.1.1 Taxa de Submissão de ARTIGO para Associados em conjunto com Não Associados

No caso de envio de artigo por Associado em coautoria com Não Associados é necessário realizar o pagamento da taxa de submissão no valor de R$ 100,00 (cem reais) por artigo submetido. Após o pagamento por meio de depósito bancário (ver item 11 deste edital), o comprovante deverá ser enviado para o e-mail anpap.secretaria20192020@gmail.com em mensagem com as seguintes especificações: no assunto do e-mail digitar COMPROVANTE DE PAGAMENTO DE SUBMISSÃO DE ARTIGO; no corpo do e-mail, informar o título do artigo, nome completo do autor e do(s) coautor(es).

5.2 Taxa de Submissão de ARTIGOS para Não Associados

A taxa de submissão de artigos para pesquisadores com vínculo institucional, pesquisadores independentes, estudantes de graduação, estudantes de pós-graduação é de R$ 100,00 (cem reais) por artigo submetido. O pagamento da taxa de submissão é obrigatório para Não Associados, mesmo que estejam enviando artigos em coautoria com Associados.

Após o pagamento por meio de depósito bancário (ver item 11 deste edital), o comprovante deverá ser enviado para o e-mail anpap.secretaria20192020@gmail.com em mensagem com as seguintes especificações: no assunto do e-mail digitar COMPROVANTE DE PAGAMENTO DE SUBMISSÃO DE ARTIGO; no corpo do e-mail, informar o título do artigo, nome completo do autor e, se houver, do(s) coautor(es).

5.3 Taxa de Submissão de RESUMO COMPLETO

A taxa para submissão de resumo completo é de R$ 30,00 (trinta reais). Associados em dia com todas as anuidades são isentos. No caso de envio de resumo completo por Associado em coautoria com Não Associados, ou por Não Associados apenas, é necessário realizar o pagamento da taxa de submissão no valor de R$ 30,00 (trinta reais) por resumo completo submetido.

Após o pagamento por meio de depósito bancário (ver item 11 deste edital), o comprovante deverá ser enviado para o e-mail anpap.secretaria20192020@gmail.com em mensagem com as seguintes especificações: no assunto do e-mail digitar COMPROVANTE DE PAGAMENTO DE SUBMISSÃO DE RESUMO COMPLETO; no corpo do e-mail, informar o título do resumo completo, nome completo do autor e, se houver, do(s) coautor(es).

6. DA INSCRIÇÃO NO 28º ENCONTRO NACIONAL DA ANPAP

A inscrição é destinada a autores Associados e Não Associados que tiveram seus artigos e/ou resumos completos aceitos para apresentação no 28º Encontro Nacional da Anpap, bem como a ouvintes sem apresentação de trabalho.

6.1 Taxa de Inscrição

Para participar do 28º Encontro Nacional da Anpap, autores e coautores que tiveram seus trabalhos aprovados (artigos e/ou resumos completos), bem como pessoas que desejem participar do evento como ouvintes, deverão pagar a taxa de inscrição. Estão isentos de pagamento de taxa de inscrição apenas os membros da Diretoria, do Conselho Deliberativo e Pareceristas ad hoc.

Após o aceite dos trabalhos submetidos à avaliação dos Comitês, todos os Associados e Não Associados, sejam eles autores ou coautores, deverão preencher a ficha de inscrição disponível no website www.anpap.org.br/ e fazer o pagamento da respectiva taxa de inscrição individual.

Após o pagamento por meio de depósito bancário (ver item 11 deste edital), o comprovante do pagamento da inscrição, juntamente com a comprovação do tipo de vínculo institucional, deverá ser enviado para o e-mail anpap.secretaria20192020@gmail.com em mensagem com as seguintes especificações: no assunto do email digitar COMPROVANTE DE PAGAMENTO DE INSCRIÇÃO; no corpo do email, informar o título do trabalho completo, nome completo do autor e, se houver, do(s) coautor(es). Para participação como ouvinte, informar no corpo do email o nome completo e indicar a natureza da participação como ouvinte.

6.1.1 Taxa de Inscrição para autores e coautores de artigos e resumos completos APROVADOS

- Para Associados: R$ 50,00 (cinquenta reais);
- Para Não Associados: R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais);
- Para Não Associados que são Estudantes de Graduação, Pós-Graduação, Professores da Educação Básica (mediante envio de comprovação de vínculo institucional): R$ 50,00 (cinquenta reais).

6.1.2 Taxa de Inscrição para ouvintes

- Estudantes de Pós-Graduação (mediante envio de comprovação de vínculo institucional): R$ 100,00 (cem reais);
- Estudantes de Graduação, Professores e Estudantes da Educação Básica (mediante envio de comprovação de vínculo institucional): R$ 50,00 (cinquenta reais);
- Demais pessoas: R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais).

7. DA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NO 28º ENCONTRO NACIONAL DA ANPAP

7.1 Comunicação Oral

Os artigos aprovados serão apresentados por seus autores e/ou coautores em sessões de Comunicação Oral organizadas pelos respectivos Comitês, e cujo número de participantes será compatível com o espaço físico disponível para o Encontro. Os representantes dos Comitês deverão moderar suas mesas ou indicar moderadores entre seus pares do mesmo Comitê. Nas sessões, cada comunicador terá, no máximo, 20 (vinte) minutos para a exposição de seu trabalho. Os coordenadores das sessões dos Comitês deverão reservar, no máximo, 20 (vinte) minutos para o debate final de cada mesa.

7.2 Apresentação de Pôsteres

Os resumos completos aprovados serão apresentados por seus autores e/ou coautores em Sessões de Apresentação de Pôsteres organizadas pelos respectivos Comitês, e cujo número de participantes será compatível com o espaço físico disponível para o Encontro. As Sessões de Apresentação de Pôsteres se efetivarão como exposição aberta, sendo o autor e coautor(es) responsáveis pelas explanações de suas pesquisas aos visitantes da mostra, em horários definidos na programação do Evento.

O pôster deverá ser confeccionado de acordo com as seguintes especificações:

- Tamanho do Pôster: 90 cm de largura e 120 cm de altura;
- Título: deve ser exatamente o mesmo do Resumo Completo submetido e aprovado na plataforma Easychair;
- Conteúdo: o conteúdo do pôster deve apresentar, de forma legível, os nomes dos autores, coautores e orientadores, bem como informações sobre a pesquisa desenvolvida, tais como resumo, objetivos, métodos, resultados, considerações finais e referências. O pôster pode conter imagens.

8. DAS PUBLICAÇÕES EM ANAIS E E-BOOK

8.1 Anais

Os artigos e resumos completos apresentados nas Sessões de Comunicação Oral e nas Sessões de Apresentação de Pôsteres durante o 28º Encontro Nacional da Anpap serão publicados integralmente nos Anais, desde que cumpram todas as normas deste Edital.

8.2 e-Book

Os 5 (cinco) melhores ARTIGOS e os 2 (dois) melhores RESUMOS COMPLETOS eleitos por cada Comitê serão objeto de publicação específica, em formato de e-book. Para a seleção, será considerada a qualidade dos artigos e resumos completos submetidos, aprovados e apresentados no Evento, bem como a sua relevância para as áreas de cada Comitê.

9. DO PAGAMENTO DA ANUIDADE PARA ASSOCIADOS

Conforme estatuto da Anpap, o pagamento da anuidade é obrigatório para todos os seus Associados.

O pagamento da anuidade 2019 deverá ser realizado exclusivamente por meio de depósito bancário, em nome da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas – Anpap no valor de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais), no período de 18/03/2019 até 18/04/2019, inclusive. Após esse prazo, a
partir de 19/04/2019, passa a ser cobrado o valor de R$ 300,00 (trezentos reais).

O comprovante de pagamento da anuidade 2019 deverá ser enviado para o e-mail anpap.secretaria20192020@gmail.com em mensagem com o assunto COMPROVANTE DE PAGAMENTO DE ANUIDADE.

O pagamento de anuidades em atraso deverá ser efetivado antes da inscrição no 28º Encontro Nacional da Anpap. Para tal, entrar em contato com a Secretaria pelo e-mail anpap.secretaria20192020@gmail.com, para regularização de sua situação.

10. DA CANDIDATURA DE NOVOS ASSOCIADOS

Para realizar sua candidatura, o proponente deve ter participado de pelo menos 2 (dois) Encontros Nacionais da Anpap, não necessariamente em sequência, mas com apresentação de trabalho. Tal exigência se faz em função do candidato ter um conhecimento prévio da estrutura dos Encontros e ter estabelecido uma relação participativa que demonstre seu interesse em colaborar de modo efetivo com a Anpap.

O candidato deverá enviar para o e-mail anpap.secretaria20192020@gmail.com, até o dia 31 de agosto de 2019, os seguintes documentos, conforme Art. 3o do Regimento Interno da Anpap: A admissão de novos associados será homologada pela Assembleia Geral, depois de cumpridas as seguintes exigências:

I. Carta proposta do próprio candidato, dirigida à Vice-Presidente da Associação / Presidente do Conselho Deliberativo, explicitando sua motivação para filiar-se à ANPAP;
II. Cópia do Currículo Lattes ou similar;
III. Comprovantes de participação, com apresentação de trabalhos, em pelo menos duas (2) edições do Encontro Nacional da ANPAP.

11. DADOS DA CONTA BANCÁRIA DA ANPAP

Nome: Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas
Banco Itaú: 341
Agencia: 1652
Conta Bancária: 20.234-0
CNPJ: 59.573.386/0001-73

12. DO CRONOGRAMA GERAL DO 28º ENCONTRO NACIONAL DA ANPAP

15 de março: Divulgação do Edital
18 de março a 18 de abril: Pagamento da anuidade 2019 de Associados com desconto
19 de abril a 19 de julho: Pagamento da anuidade 2019 de Associados sem desconto
19 de abril: Início da submissão de artigos e resumos completos na plataforma Easychair
31 de maio: Data limite para submissão de artigos e resumos completos na plataforma Easychair
1 de julho: Divulgação dos trabalhos aceitos
2 a 16 de julho: Período de inscrição de autores e coautores com trabalhos aprovados
30 de julho: Divulgação da programação do 28º Encontro Nacional da Anpap
1 a 31 de agosto: Período de inscrição para ouvintes
31 de agosto: Data limite para envio de candidaturas de novos associados
16 e 17 de setembro: Fóruns de Coordenadores e Editores na Cidade de Goiás
17 a 20 de setembro: 28º Encontro Nacional da Anpap na Cidade de Goiás

*Dúvidas: Enviar e-mail para anpap.secretaria20192020@gmail.com

Publicado por Patricia Canetti às 12:48 PM


maio 28, 2019

Palestra e curso sobre mecanismos de seleção e portfólios no Zélia Olguin, Ipatinga

Com o objetivo de promover e mapear a produção em artes visuais na região do Vale do Aço, o Projeto Artes Visuais no Vale do Aço oferece no mês de junho palestra e curso com Sebastião Miguel. No dia 7 de junho acontece a palestra “Mecanismos de seleção em artes visuais” e nos dias 8 e 9 será ministrado o curso “Criação de Portfólio”.

7, 8 e 9 de junho de 2019

Teatro Zélia Olguin
Avenida Itália 1890, Cariru, Ipatinga, MG
31-3825-1670

As duas atividades do projeto são ministradas pelo artista e professor Sebastião Miguel, que é bacharel em artes plásticas pela Universidade do Estado de Minas Gerais, especialista em arte e contemporaneidade pela Escola Guignard (UEMG), e mestre em arte e tecnologia da imagem pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e doutor em arte contemporânea pelo Colégio das Artes, Universidade de Coimbra (Portugal).

A palestra “Mecanismos de seleção em artes visuais” faz uma breve retrospectiva dos processos de seleção da produção em artes visuais: salões de arte, editais, leis de incentivo, residências artísticas, mapeamentos, ações coletivas, entre outros. É uma oportunidade para perceber e refletir sobre o trajeto e a transformação dos formatos de iniciativas e ações de inserção da produção artística em artes visuais. Os interessados em participar da palestra podem fazer agendamento gratuito pelos telefones: 3824-3731/3822-2215.

O curso “Criação de Portfólio” aborda aspectos normativos e formais para construção de um portfólio. Propõe uma reflexão de como apresentar a produção artística de maneira consistente e perceber neste instrumento de apresentação uma forma de tornar legível a obra e seu processo de concepção. Os interessados no curso devem encaminhar dados pessoais (nome completo, RG e telefone) para o email artesvisuaisnovale@gmail.com.

O Projeto Artes Visuais no Vale do Aço tem o patrocínio da Usiminas e apoio do Instituto Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais.

Palestra Mecanismos de seleção em artes visuais
7 de junho, sexta-feira, às 19h
Classificação: livre
Entrada gratuita, mediante agendamento na Ação Educativa: 31-3824-3731/3822-2215

Curso Criação de Portfólio
8 e 9 de junho, sábado e domingo, 10h às 12h e das 14h às 18h
Os interessados no curso devem encaminhar dados pessoais (nome completo, RG e telefone) para o email artesvisuaisnovale@gmail.com. Sujeito a disponibilidade de vagas.

Publicado por Patricia Canetti às 7:04 PM


maio 22, 2019

Tamar Guimarães no Cine Humberto Mauro, Belo Horizonte

Como parte da itinerância da 33ª bienal de São Paulo, o filme Ensaio, da mineira Tamar Guimarães, está sendo exibido no Cine Humberto Mauro (Av. Afonso Pena 1.537, Belo Horizonte) todos os sábados, às 15h. Com duração de 51min, a obra traz reflexões sobre racismo e misoginia no meio artístico. Filmada no próprio Pavilhão Bienal e com a participação do curador e funcionário da exposição, é mais um mergulho crítico da artista nas instituições de arte. As últimas exibições acontecem nos dias 25/05 e 01/06, e a obra não está disponível em plataformas digitais.

Desnudando a própria organização cultural, a trama mostra Isa, uma jovem diretora negra convidada por uma instituição de arte contemporânea para sugerir um projeto, ao que ela responde propondo uma adaptação de Memórias Póstumas de Brás Cubas em que será encenado apenas o velório. Durante os ensaios, Isa lida com o racismo e misoginia da equipe formada por relevantes nomes do cenário artístico. “Isso é inegável: a gente vive numa misoginia e numa pigmentocracia”, observa Tamar. “Embora a mestiçagem esteja em todo lugar, a pigmentocracia também está refletida em todo lugar, inclusive dentro da Bienal”, comenta, mas enfatizando que não há um ataque à Fundação Bienal ou seus funcionários, mas sim uma reflexão das estruturas do Brasil.

A artista conta que o interesse pelo formato do ensaio vem da tensão entre repetição e diferença, do estado de espera e a potência da renovação pelas mudanças internas de relações entre as partes. “Procurava um texto para um ensaio a ser filmado, e queria trabalhar com algo que falasse de um modo de ser e estar no Brasil. Memórias Póstumas, de Machado de Assis, me cativou muito porque há um ceticismo em relação ao progresso e uma leitura crítica afiada sobre a sociedade brasileira”, conta a artista, cujos trabalhos como Canoas (2010) e 15½ (2013) também exploram criticamente o sistema da arte.

É a segunda vez que a Itinerância da Bienal se estende ao espaço do Cine Humberto Mauro, construindo uma ponte com as galerias do Palácio das Artes. “Trazer a ocupação da mostra para o Cinema nos permite ampliar ainda mais as linguagens artísticas propostas pela curadoria, possibilitando um trânsito do público do cinema para as galerias”, observa Uiara.

Tamar Guimarães - Nascida em Viçosa (MG) em 1967, Tamar estudou música em Jerusalém, Basel e Londres de 1987 a 1992, antes de decidir se dedicar às artes visuais. Em 2002, formou-se em artes plásticas no Goldsmiths College, em Londres e concluiu mestrado na Malmö Art Academy, na Suécia, além de um segundo mestrado na Academia Real de Artes Plásticas da Dinamarca, onde vive atualmente. Hoje, obras de Tamar Guimarães estão em coleções como Tate Modern (Londres), Museo Nacional Reina Sofía (Madri), Guggenheim (Nova York), Guandong Museum (China) e Inhotim (Brumadinho, MG). Ela expôs em museus, galerias e festivais na Europa, nas Américas, no Oriente Médio, na Ásia e na Oceania. Já participou da Bienal de Veneza duas vezes, de Gwangju (Coreia do Sul) e de Sharjah (Emirados Árabes). Já fez parte da Bienal de São Paulo em 2010, 2014 e 2018.

Itinerância 33ª Bienal de São Paulo – Com o título afinidades afetivas, a 33ª Bienal de São Paulo ocupou o Pavilhão Bienal no ano passado e, em março de 2019, as galerias do Palácio das Artes receberam um recorte da exposição, com curadoria de Jacopo Crivelli. Entre as obras que compõem a itinerância, estão trabalhos de Waltercio Caldas, Tamar Guimarães, Alejandro Corujera, Roderick, Sofia Borges, Sara Ramo e Maria Laet. A exposição está aberta à visitação até o dia 2 de junho.

Publicado por Patricia Canetti às 5:13 PM


Cadu fala sobre Desenho e Outros Crimes do Desejo no IED, Rio de Janeiro

O IED (Istituto Europeo di Design) recebe no próximo dia 27 de maio de 2019, às 19h30, o artista visual Cadu, que irá falar sobre “Desenho e Outros Crimes do Desejo”. Para ele, o desenho “trabalha a relação, a convivência, entre razão e afeto, e está longe da demanda atual de as pessoas quererem resultado em curto tempo”. “O desenho é a união, a convivência, entre contrários, contra tudo o que se espera em termos de desempenho, rapidez. O desenho explora o autoconhecimento, o contato com entidades que nos habitam, e que às vezes parecem monstruosidades para nós”, diz. “O desenho possibilita uma abertura para momentos poéticos”.

Cadu faz uma analogia com Lampião (1898-1938), “porque ele sintetiza o papel de ser um anarquista ou apenas um bandoleiro”. “O desenho espelha o que não queremos ver em nós mesmos”, aponta.

O desenho, a seu ver, opera a “indescribilidade”, “prospectando alguma coisa que não sabemos bem qual é. “É um processo que confunde prospecção e razão, em que precisamos manter o fluxo, e seguir as dúvidas que valham a pena, os mistérios”, conta.

O evento integra o curso Master Profissional em Design de Espaços | Metodologia Madein e é gratuito e aberto ao público, mediante inscrições online.

Cadu (1977, São Paulo) é artista plástico, professor do Instituto de Artes da UERJ, da PUCRio e da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. A prática artística de Cadu lida com a criação de sistemas, máquinas, instalações, pinturas, desenhos e esculturas que incorporam elementos da natureza para impulsionar as barreiras da relação entre o homem e a paisagem. Esses sistemas também são utilizados para explorar a arte sonora. O artista recebeu a Bolsa Iberê Camargo, que lhe concedeu um programa de residência em 2001 no London Print Studio. Em 2008, foi artista visitante na Universidade de Plymouth, a convite do ArtsCouncil (Reino Unido). Cadu foi finalista do Prêmio Marcantonio Vilaça em 2011. Foi indicado ao PIPA em 2010, 2011, 2012 e venceu a edição de 2013. Vive e trabalha no Rio.

Publicado por Patricia Canetti às 4:59 PM