Página inicial

Cursos e Seminários

 


outubro 2019
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Pesquise em
Cursos e Seminários:

Arquivos:
outubro 2019
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
As últimas:
 

outubro 31, 2019

Trilhas artísticas com Elias Maroso, Richard John, Alessandra Bochio e Felipe Castellani no MARGS, Porto Alegre

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) dá continuidade ao ciclo de encontros “Trilhas artísticas”, organizado para trazer a público relatos de experiências sobre o desenvolvimento de trajetórias e pesquisas artísticas. A terceira edição reúne Elias Maroso (artista e pesquisador), Richard John (artista visual e professor), Alessandra Bochio (artista multimídia, pesquisadora e professora) e Felipe Castellani (artista sonoro e multimídia, pesquisador e professor). A mediação é de Vitor Grunvald, professor e pesquisador da UFRGS.

1 de novembro de 2019, sexta-feira, das 14h às 17h30

MARGS - Auditório
Praça da Alfândega s./n, Centro Histórico, Porto Alegre, RS
51-3227-2311
Capacidade: 60 lugares (preenchidos por ordem de chegada)
Entrada Franca

Em uma iniciativa do Instituto de Artes da UFRGS em parceria com o MARGS, o “Trilhas artísticas” apresenta, mensalmente, artistas e curadores abordando seus percursos e metodologias de trabalho. Inicialmente, serão três encontros, de setembro a novembro, sempre das 14h às 17h30min, no auditório do museu. A entrada é gratuita. O primeiro encontro, no dia 19.09.2019, reuniu Marina Camargo (artista visual), Diego Groisman (curador, pesquisador, tradutor, produtor cultural e gestor da Casa Baka) e Fabiana Faleiros (artista visual e pesquisadora), com mediação de Francisco Dalcol, diretor-curador do MARGS.

O segundo evento, realizado no dia 04.10.2019, teve as presenças de Daniel Escobar (artista e mestrando em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UFRGS), Renata Sampaio (artista, educadora e curadora independente) e Vitor Grunvald (professor do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A coordenação do projeto “Trilhas artísticas” é da professora e pesquisadora Marina Câmara (UFRGS).

SOBRE O TRILHAS ARTÍSTICAS

Trata-se de um ciclo de conferências de artistas e curadores abordando seus processos criativos e as metodologias de trabalho responsáveis pelo alcance de suas obras ou curadorias. Coordenada pela Profª. Marina Câmara, a iniciativa é uma parceria do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq) e da Pró-Reitoria de Extensão (Prorext), com o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS).

Ao longo de três encontros, os participantes apresentam e compartilham com o público os modos de operação que permitiram que seus trabalhos tivessem projeção profissional inclusive para além da cena local ou para além da cena artística restrita. Cada conferência contará com a presença de três participantes e a mediação de um convidado. Por ser uma atividade de extensão, quem tiver 75% de presença em todo o ciclo, poderá solicitar certificado de participação como ouvinte.

SOBRE AS FALAS

Richard John
Abordará sua produção artística a partir da pesquisa acerca de Desenhos Miméticos e a Tirania da Forma. A ênfase da fala será no conhecimento versus experiência nas formas de representação do desenho.

Elias Maroso
Trará um relato sobre a arte de pulsar caminhos e de atravessar o espaço, saídas que são entradas para outras saídas. Também apresentará um breve apanhado de ações que envolveram a trajetória artística, destacando as saídas encontradas tanto na produção e gestão de eventos artísticos independentes quanto na produção circunscrita no meio acadêmico e institucional.

Alessandra Bochio e Felipe Merker Castellani
Será realizada uma análise da pesquisa artística recente dos artistas, mais precisamente a partir de 2016. Essa abordagem traz como ponto central as convergências e inter-relações entre imagem, som, corpo e ambiente, principalmente em instalações e performances audiovisuais. Partindo de estratégias operatórias que geram simultaneamente resultantes sonoras e visuais, Alessandra e Felipe buscam a constituição de uma série de relações de interdependência mútua entre os diferentes meios de expressão artística solicitados nas obras. Assim, os ambientes instalativos e/ou performativos se constituem enquanto uma rede de retroalimentações e traduções entre informações de natureza distinta, entre meios materiais e imateriais, entre analógico e digital, entre corpo, espaço e o público.

SOBRE OS PARTICIPANTES

Richard John [Bom Princípio/RS, 1966]
Artista visual e professor. É doutor em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Pela mesma instituição, possui Mestrado em Artes Visuais na linha de Poéticas Visuais e Bacharelado em Artes Plásticas com ênfase em Pintura e Desenho. Entre 1998 e 2011, atuou como professor do Centro Universitário da Feevale nos cursos de Bacharelado em Artes Visuais, Ensino da Arte na Diversidade e Arteterapia. De 2006 a 2011, na mesma universidade, exerceu o cargo de coordenador do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização em Poéticas Visuais: Pintura, Desenho e Instalação – Processos Híbridos. Entre 2009 e 2018, foi professor do Curso de Design Visual da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-Sul) e, entre 2013 e 2018, atuou como coordenador do Espaço Cultural desta mesma instituição.

Elias Maroso [Sarandi/RS, 1985]
Artista e pesquisador. É doutorando em Artes Visuais na linha de Poéticas Visuais no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Possui Mestrado em Arte e Tecnologia, Graduação em Artes Visuais e Especialização em Design de Superfície, pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em 2008, realizou extensão universitária na Escuela de Bellas Artes, na Universidad de la República, em Montevidéu/Uruguai. É membro-fundador do coletivo de artistas e produtores culturais Sala Dobradiça. Integra o Grupo Arte e Design (UFSM – CNPq) e o Grupo de Pesquisa Veículos da Arte (UFRGS – CNPq). Desenvolve pesquisa voltada ao objeto, à eletrônica e à intervenção.

Alessandra Bochio [São Paulo/SP, 1983]
Artista multimídia, pesquisadora e professora. Como artista se dedica à criação de performances e instalações audiovisuais. É Doutora em Artes Visuais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP), 2015, com estágio de pesquisa na Université Sorbonne Nouvelle Paris 3, França. É professora adjunta do Departamento de Artes Visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e líder do Grupo de Estudos e Práticas em Arte Mídia.

Felipe Merker Castellani [São Paulo/SP, 1984]
Artista sonoro e multimídia, pesquisador e professor. Como artista desenvolve instalações interativas, videoinstalações e performances audiovisuais em parceria com artistas de diversas áreas. É doutor em Música na área de Processos Criativos junto ao Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), 2016, com estágio de pesquisa na Université Paris 8, França. É professor adjunto do Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas e líder do grupo de pesquisa Corpo-imagem-som: pesquisa artística e práticas experimentais.

MEDIADOR
Vitor Grunvald [1983, Belém/PA]
Vitor Grunvald é viado, nortista, professor do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e ‘corpa’ livre do coletivo de ‘artivismo’ Revolta da Lâmpada. É um dos coordenadores do Núcleo de Antropologia Visual – UFRGS, além de integrar diversos outros grupos de pesquisa na Universidade de São Paulo (USP) e na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui formação também em cinema pela Academia Internacional de Cinema. É fotógrafo, realizador audiovisual e seus trabalhos, tanto acadêmicos quanto artísticos, giram em torno de gênero, sexualidade, arte, imagem, performance, cinema e estratégias documentais. Seu último trabalho, Domingo, parte de um projeto documental de narrativa transmídia realizado com Paulo Mendel, foi selecionado para a 21ª Bienal de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil.

Publicado por Patricia Canetti às 8:32 AM


outubro 24, 2019

Entreolhares: Oficina o Grupo Contrafilé no Itaú Cultural, São Paulo

Itaú Cultural abre inscrições para workshop que debate o encontro entre estética e política na atualidade. A partir da pergunta “O que a arte tem a ver com tudo isso?”, o programa Entreolhares dá continuidade à série de workshops com artista, tendo o Grupo Contrafilé como convidado desta edição. Nos três encontros que conduzirão, o tema será explorado com o olhar voltado à performance, aos espaços de fala e escuta e ao espaço como obra.

Inscrições de 29 de outubro a 11 de novembro de 2019

Itaú Cultural
Avenida Paulista 149, São Paulo, SP, Estação Brigadeiro do Metrô
11-2168-1777

Itaú Cultural recebe inscrições para a nova edição do programa Entreolhares. Os interessados devem se inscrever pelo site do instituto (www.itaucultural.org.br), mesmo endereço eletrônico no qual os selecionados serão anunciados no dia 19 de novembro.

Organizado pelo Núcleo de Artes Visuais do Itaú Cultural e realizado desde de 2014, o Entreolhares recebe nesta edição o Grupo Contrafilé, composto por Cibele Lucena, Joana Zatz Mussi e Rafael Leona. Nos dias 26, 28 e 29 de novembro (terça-feira, quinta-feira e sexta-feira), eles conduzem o debate sobre o encontro entre a estética e a política na atualidade e a sua relevância em um momento histórico – tanto local, quanto global –, no qual precisamos cada vez mais nos perguntar: “O que a arte tem a ver com tudo isso?”.

Nas aulas, pretende-se acionar práticas e conceitos para pensar coletivamente sobre a questão, construindo e reconstruindo registros, escritos, discursos e narrativas a partir das relações entre arte e cidade, arte e produção de perspectivas/mundos e entre arte e escuta.

Entreolhares Falar e Escutar como Arte – com Grupo Contrafilé
Inscrições abertas de 29 de outubro a 11 de novembro
Pelo site www.itaucultural.org.br
Número de vagas: 30
Divulgação dos selecionados no site: 19 de novembro
Dúvidas e outras informações por email

Entreolhares Estética da Evidência
De 26 a 28 de novembro (terça-feira, quinta-feira e sexta-feira)
Horário: 18h30 às 21h30
Carga horária: 9 horas

Publicado por Patricia Canetti às 11:05 AM


Oficina Caixa dos Desejos "Buon Viaggio" na Pinakotheke Cultural, Rio de Janeiro

Para o último dia da exposição “Leonilson por Antonio Dias – Perfil de uma coleção”, na Pinakotheke Cultural, crianças de todas as idades poderão se divertir com muita criatividade na oficina gratuita Caixa dos desejos “Buon Viaggio”, em que a garotada irá criar uma caixa personalizada para guardar as futuras lembranças de viagens.

26 de outubro de 2019, sábado, das 11h às 13h

Pinakotheke Cultural
Rua São Clemente 300, Botafogo, Rio de Janeiro, RJ
21-2537-7566

Esta é a última oficina infantil da mostra e não há inscrição prévia para a atividade. As crianças serão direcionadas para as atividades por ordem de chegada.

O artista Leonilson (1957-1993) estava em Milão, Itália, quando conheceu em 1981 o então já aclamado artista Antonio Dias (1944-2018). Daí em diante se tornaram grandes amigos, em uma amizade pontuada por viagens e cartas.

A exposição Leonilson por Antonio Dias – Perfil de uma coleção, que também tem entrada gratuita, reúne 38 desenhos e pinturas de Leonilson pertencentes a Antonio Dias. A mostra dá sequência à programação da Pinakotheke que aborda a amizade entre artistas.

Publicado por Patricia Canetti às 10:48 AM


outubro 10, 2019

Mesa redonda em A parte maldita: um esboço na Sim Galeria, São Paulo

A Sim Galeria promove encontro em torno da exposição A parte maldita: um esboço. Mediada pelo curador da mostra Ricardo Sardenberg, a mesa abordará a pesquisa do curador acerca do conceito de "dispêndio", discutido pelo escritor francês Georges Bataille no livro homônimo à mostra (A parte maldita, 1949/1975). A partir da discussão proposta por Sardenberg, os artistas Eli Sudbrack, Gokula Stoffel, Rodolpho Parigi e Yuli Yamagata, que integram a mostra, compartilharão mais de suas pesquisas e trabalhos em exibição.

10 de outubro de 2019, quinta-feira, 19h30-21h30

Sim Galeria | São Paulo
Rua Sarandi 113 A, Cerqueira César, São Paulo, SP

Eli Sudbrack (AVAF) (Rio de Janeiro, RJ, 1968) Vive e trabalha entre São Paulo, Brasil, e Nova York, EUA. Assume vivid astro focus (avaf) foi fundado por Eli Sudbrack em 2001. Avaf ocasionalmente se transforma em uma dupla com o artista parisiense Christophe Hamaide-Pierson (Paris, 1973) e às vezes também em um coletivo, dependendo dos diferentes projetos em que estão envolvidos. Avaf trabalha em uma vasta gama de mídias, incluindo instalações, pintura, desenho, vídeo, escultura, néon, papel de parede, música, decalques. Com frequência confronta arraigados códigos culturais, questões de gênero e política através de uma superabundância de cores e formas. Avaf traz um espírito colaborativo apaixonado para todos os aspectos do seu trabalho, desde conceber projetos em conjunto com outras pessoas, empregar uma ampla gama de referências e materiais, até a execução de instalações de grande escala com equipes de variados backgrounds. Avaf aborda cada projeto com uma inesperada combinação de visão abudante, desenfreada e aguçado pragmatismo. O intuito central de seus projetos é sempre o mesmo: a criação de um Gesamtkunstwerk (“obra total de arte”) onde o espectador se torna um com trabalho de arte.

Gokula Stoffel (Porto Alegre, RS, 1988.) Vive e trabalha em São Paulo, SP. Em sua prática, Stoffel procura materializar imagens mentais evocando memórias e estados psicológicos afim de investigar esses possíveis desdobramentos pictóricos em objetos e espaço. Sua inquietação com a representação na atualidade se evidencia em suas pinturas, que, em realidade, vão para além da “pintura”: Gokula aplica técnicas dessa mídia em materiais industriais remanescentes, pedaços de vidro e tipos de tecidos variados, a fim de criar uma iconografia espacial fragmentada.

Rodolpho Parigi (São Paulo, SP, 1977) Vive e trabalha em São Paulo, SP. Bacharel em Artes Plásticas pela Fundação Armando Alvares Penteado SP – Brasil. Trabalha com desenho, pintura e performance. Participou de residências artísticas como FLORA Ars + Natura – Bogotá Colombia 2011. Cité des Arts , Paris França 2009. Red Bull Station, São Paulo, Brasil, 2011. Realizou as recentemente as seguintes exposições individuais: “Modelo Vivo – Fancy Violence”, Pinacoteca do Estado, São Paulo, SP, 2017; Galeria Nara Roesler, São Paulo, SP ,2015; “El Bestiário”, Sketch, Bogotá, Colômbia, 2015 e Rodolpho Parigi & Fancy Violence, Carbono Galeria, São Paulo, SP, 2015.Participou de exposições coletivas recentes que incluem: “Depois do Fim” – FIC Fundação Iberê Camargo Porto Alegre 2017; “A mão Negativa” – Vilnius, Lituânia, 2017; “Supensão – Perfomance”, CCBB Centro Cultural Banco do Brasil, SP, 2016; “Panoramas do Sul” – Festival de Arte Contemporânea Vídeo Brasil SESC SP, 2015; “A Mão negativa”, EAV Parque Lage, Rio de Janeiro, RJ, 2015.; Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo SP, 2013; “Spinerei” – Leipzig, Alemanha, 2011. Suas obras fazem parte de coleções como: Pinacoteca do Estado de São Paulo – SP Brasil. Itaú Cultural São Paulo, Brasil. MAM – Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil. Museu de Arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil, entre outras.

Yuli Yamagata (São Paulo, SP, 1989) Vive e trabalha em São Paulo, SP. Yuli Yamagata é formada em artes visuais na Universidade de São Paulo (USP), bacharelado em escultura. Trabalha essencialmente com costura e parte de tecidos ordinários encontrados em armarinhos e lojas populares para construir seu universo visual. Operações de reversão de sentido e deslocamento são comuns em seu trabalho. Possui um interesse especial na intersecção de imagens e referências, indo desde o design clássico às cores vibrantes das roupas de lycra dos praticantes de cross-fit. Entre suas principais exposições estão “Rocambole” (Pivô Arte & Pesquisa – São Paulo), “Tropical Extravaganza: Paola & Paulina” (SESC Niterói – Rio de Janeiro) e “Menção Honrosa” (CCCJ – Rio de Janeiro). Em 2018, participou da residência Despacio (San José-CR), gerido por Federico Herrero , do Proyecto Visible (Miami- USA), projeto curador por Jesús Fuenmayor baseado em artistas Latino-Americanos, e colaborou na direção de arte e figurino da peça “Sonhos de Uma Noite de Verão” no Teatro Satyros (São Paulo). Em 2019, realizou a continuação da exposição “Rocambole”, resultado de uma conversa de quase dois anos na residência do Pivô, com curadoria de Fernanda Brenner, em Lisboa (PT). A exposição ocorreu no espaço de arte independente Kunsthalle Lissabon (Lisboa), dirigido por João Mourão e Luís da Silva.

Publicado por Patricia Canetti às 3:34 PM


Dynamic Encounters - Inhotim @ Instagram

Para aproximar pessoas interessadas no projeto Dynamic Encounters e disponibilizar um conteúdo único e riquíssimo, fruto de discussões espontâneas entre os mais experientes professores do projeto e o nosso grupo, criamos a conta privada @dynamicencounters_inhotim_2019 no Instagram para que possam acompanhar de perto todo o andamento da viagem a Inhotim, que acontecerá na semana que vem, de 10 a 13 de outubro. Nela serão compartilhadas fotos e vídeos em posts, stories e lives, com resumos de discussões e principais assuntos abordados. Apesar de não substituir a experiência presencial, é uma ótima oportunidade de conhecer mais a fundo o projeto. A equipe desta edição é formada pelos professores Charles Watson, Fernando Cocchiarale, Frederico Carvalho e Jailton Moreira, com a coordenação de Anna Bentes.

O acesso será possível mediante ao pagamento do valor de R$80,00. Pode ser feito via Paypal neste link (R$80,00 + taxa do sistema). Ou, se preferir, através de transferência bancária. Se optar por essa opção, nos solicite os dados bancários respondendo a este e-mail.

Após o pagamento, por favor nos envie o comprovante com as seguintes informações:

Nome:
Instagram:
Email:
Telefone:
CPF:

O próximo passo é fazer o pedido de nos seguir pelo Instagram: @dynamicencounters_inhotim_2019

Liberaremos o acesso assim que recebermos o email de confirmação. A conta estará ativa durante os dias do projeto e será encerrada 15 dias após o término do mesmo. Aproveite!

Qualquer dúvida estamos à disposição por email ou pelos telefones 21-2553-3748 / 9224.

Publicado por Patricia Canetti às 3:24 PM