Página inicial

Cursos e Seminários

 


agosto 2019
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Pesquise em
Cursos e Seminários:

Arquivos:
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
As últimas:
 

agosto 19, 2019

Gabriela De Laurentiis fala sobre Modos feministas de criar na Murilo Castro, Belo Horizonte

Palestra de Gabriela De Laurentiis "Modos feministas de criar: caminhos pela arte brasileira" aborda uma perspectiva teórica ligada aos estudos que questionam os modelos do feminino estabelecidos historicamente.

22 de agosto de 2019, quinta-feira, às 19h30

Galeria Murilo Castro
Rua Benvinda de Carvalho 60, Santo Antônio, Belo Horizonte, MG
Informações: contato@murilocastro.com.br ou 31-3287 0110 ou @galeriamurilocastro
Inscrições online sujeito à lotação

A Galeria Murilo Castro (Belo Horizonte) receberá a artista Gabriela De Laurentiis para a palestra Modos feministas de criar: caminhos pela arte brasileira a palestra refere-se a uma perspectiva teórica ligada aos estudos que questionam os modelos do feminino estabelecidos historicamente. Um movimento para potencializar os trabalhos das artistas e compreender suas especificidades nas condições de circulação e de produção no sistema da arte. A palestra abordará trabalhos de artistas como Anna Bella Geiger, Djanira, Maria Auxiliadora, Maria Martins, Leticia Parente, Lygia Clark e Lygia Pape.

Gabriela De Laurentiis (1987) Artista visual e pesquisadora é autora do livro Louise Bourgeois e modos feministas de criar. É graduada em Ciências Sociais na PUC-SP e mestra pelo Departamento de História Cultural na UNICAMP. Atualmente é Doutoranda no Programa de Pós-Graduação da FAU-USP, com uma pesquisa sobre Anna Bella Geiger.

Publicado por Patricia Canetti às 10:25 AM


agosto 4, 2019

EAV de Portas Abertas na EAV Parque Lage, Rio de Janeiro

Quer conhecer nossos cursos e nossos professores? Não sabe qual curso escolher? Gostaria de saber como cada professor trabalha seus temas? Tem interesse em conhecer nossas oficinas e espaços de aula?

Professores: Ana Clara Lemos, Ana Miguel, Brigida Baltar e Clarissa Diniz, Anna Costa e Silva, Bernardo Magina e Ronaldo Rego Macedo, Bia Amaral e Giodana Holanda, Bob N e Edmilson Nunes, Bruno Miguel e Luiz Ernesto, Carli Portela, Charles Watson, Chico Cunha, Daniela Seixas e Deise Alcântara, Denise Cathilina, Evany Cardoso, Fabia Schnoor, Fernando Cocchiarale e Marcos Bonisson, João Magalhães, Marcelo Rocha, Mariana Manhães, Millena Lízia, Nadam Guerra, Pedro Rocha, Rodrigo Torres e Pedro Varela, Sonia Salcedo, Susana Spadaccini, Valerio Ricci

5 a 10 de agosto de 2019

Escola de Artes Visuais do Parque Lage
Rua Jardim Botânico 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, RJ
21-2334-4088 ou cursos.eavparquelage@gmail.com
As inscrições serão feitas na hora, por ordem de chegada. As atividades são sujeitas a lotação.

Participe da EAV Parque Lage de Portas Abertas, uma semana de atividades gratuitas, com aulas, palestras e ateliês abertos onde será possível tirar dúvidas sobre os cursos e as metodologias adotadas pelos professores e professoras. Semana dedicada a apresentar aos interessados – alunos, ex-alunos, futuros alunos – as várias possibilidades de formação e experimentação que fazem da EAV Parque Lage uma escola livre de artes.

PROGRAMAÇÃO*

SEGUNDA-FEIRA – 05/08

14:00 – 16:00 – Aula aberta O Desenho na Arte Contemporânea. Das Vanguardas Artísticas à Contemporaneidade, com Valerio Ricci
Aula aberta no qual o professor fará a apresentação do curso, mostrando o percurso didático a partir do trabalho dos ex-alunos e de uma seleção do material das aulas teóricas.
Capacidade: 30 pessoas

14:00 – 16:00 – Aula aberta Stencil, com Ana Clara Lemos
O stencil, no âmbito da arte urbana no Brasil, obteve um crescimento e aprimoramento do uso da imagem fotográfica, acentuada pelas novas tecnologias de manipulação de imagem e tem se mostrado carregado de um forte cunho crítico e ao mesmo tempo poético na relação com a cidade e seus habitantes. Na aula introdutória, se propõe demonstrar o processo de criação do stencil (molde vazado) e suas possibilidades de desdobramentos seja na arte urbana, impressão em papel, tecido, criação de lambe-lambe, entre outros. Serão apresentados como se dão os processos digitais e práticos após a criação da imagem em photoshop, a montagem e a relação de corte das matrizes e a impressão final, seja ela em pequena ou grande escala.
Capacidade: 20 pessoas

14:00 – 16:00 – Aula aberta Xilogravura, com Pedro Rocha
O curso objetiva capacitar prática e teoricamente o desenvolvimento da xilogravura como linguagem no âmbito da arte contemporânea. Na aula prática se propõe que os participantes sejam estimulados a produzir e a refletir coletivamente sobre os desafios que os recursos da xilogravura suscitam, associando a procedimentos da gravura como um todo e seus desdobramentos possíveis.
Capacidade: 7 pessoas

16:00 – 18:00 – Roda de conversa sobre Pintura, com Bruno Miguel e Luiz Ernesto
Os professores apresentarão o curso questões Prático-teóricas da pintura, ministrado por ambos e Questões fundamentais da pintura, há anos orientado por Luiz Ernesto, tirando dúvidas dos alunos sobre as metodologias e conteúdos apresentados em cada proposta.
Capacidade: 20 pessoas

16:00 – 18:00 – Aula aberta Palavra Impressa, com Pedro Rocha
A palavra Impressa busca desenvolver as possibilidades da poética da palavra no espaço do papel e seus desdobramentos como livro objeto, cartaz etc. Na aula introdutória prática, propõe-se instrumentalizar os participantes da oficina com as técnicas da gravura, criando matrizes e formas de gravar alternativas.
Capacidade: 7 pessoas

17:15 – 19:15 – Aula aberta sobre Pintura, com João Magalhães
Os professor apresentará o curso Pintura II tirando dúvidas dos alunos sobre as metodologias e conteúdos apresentados.
Capacidade: 15 pessoas

TERÇA-FEIRA – 06/08

14:00 – 16:00 – Aula aberta sobre Pintura, com João Magalhães
Os professor apresentará o curso Pintura I tirando dúvidas dos alunos sobre as metodologias e conteúdos apresentados.
Capacidade: 15 pessoas

14:00 – 16:00 – Aula aberta Imagem: Do Desenho aos Outros Meios, com Carli Portela
Aula aberta, de caráter prático, na qual a professora vai convidar os participantes: visitantes, alunos e ex-alunos, a experimentar os principais objetivos deste curso, que é praticar o desenho, a pintura, a colagem e seus segmentos, baseados em estudos e pesquisas da história da arte moderna e contemporânea, incluindo a utilização de recursos referentes aos desenho e as diversas técnicas e materiais pictóricos.
Capacidade: 16 pessoas

19:00 – 21:00 – Roda de conversa sobre Pintura, com Bernardo Magina e Ronaldo Rego Macedo
Conversa sobre a importância do desenvolvimento de um pensamento plástico para elaboração e consolidação de uma linguagem pictórica para, por fim, construir um projeto de obra consistente.
Capacidade: 30 pessoas

19:00 – 21:00 – Roda de conversa sobre Práticas Artísticas de Vida, com Anna Costa e Silva
Encontro introdutório sobre o curso Práticas Artísticas de Vida. Conversaremos sobre as motivações e expectativas do semestre e realizaremos uma dinâmica performativa em grupo. Projetos, ideias e textos para serem lidos coletivamente são bem vindos.
Capacidade: 20 pessoas

19:00 – 21:00 – Roda de conversa E Agora? Arte?!, com Bob N e Edmilson Nunes
Um encontro para uma conversa franca sobre o que esperar da arte e de artistas no momento que vivemos: Seguir inquietações pessoais? Formular proposições que lidem com questões urgentes? Como se posicionar diante dos sistemas institucionais e do mercado e o que esperar deles?
Capacidade: 20 pessoas

19:00 – 21:00 – Aula aberta Poética Expositiva: Desenvolvimento e Acompanhamento de Projetos, com Sonia Salcedo
Aula aberta na qual a professora fará a apresentação do curso, metodologia e temas que serão trabalhados ao longo do semestre.
Capacidade: 15 pessoas

QUARTA-FEIRA – 07/08

10:00 – 12:00 – Exposição Fios para labirintos, com Mariana Manhães, alunas e alunos das edições passadas do curso Fios para labirintos
Sabemos o quanto o trabalho de ateliê pode ser solitário, levando-nos a passagens sombrias e becos sem saída. A intenção do curso é promover um espaço de convívio e troca, a fim de apontar uma ou mais luzes no fim do túnel. Ao longo dos meses, o calor da conversa presencial estabelecida entre os participantes se transforma em uma parceria que é, ela própria, o fio condutor que nos ajuda a caminhar nos labirintos de nossos próprios processos poéticos. Ao apresentarmos uma exposição com os trabalhos produzidos buscamos mostrar e, principalmente, celebrar a produção dos artistas do grupo.

10:00 – 12:00 – Aula aberta Conversações sobre Escritos de Arte, com Fernando Cocchiarale e Marcos Bonisson
Aula aberta na qual os professores farão a apresentação do curso e os temas que serão trabalhados ao longo do semestre.
Capacidade: 15 pessoas

14:00 – 16:00 – Aula aberta Conversas de Arte, com Ana Miguel, Brigida Baltar e Clarissa Diniz
Em diálogo com as professoras e com os alunos que já participam do Conversas de arte, a metodologia do curso será apresentada através do programa de aulas 2018/2019, bem como por meio do compartilhamento do processo de concepção de suas exposições de conclusão, quando os alunos tornam públicas as pesquisas que desenvolveram ao longo de um ano.
Após essa apresentação, será realizado um exercício coletivo de levantamento de inquietações dos participantes do encontro, entrecruzando interesses que, por sua vez, orientarão as atividades a serem desenvolvidas no próximo semestre – período no qual também será elaborada a mostra final de 2019.
Capacidade: 20 pessoas

19:30 – 21:30 – Aula aberta O Processo Criativo, com Charles Watson
Aula aberta de apresentação do curso O Processo Criativo, que é desenhado para grupos multidisciplinares e para todos que se interessam pelo processo de inovação. Com uma abordagem instigante, este curso aponta os mais diversos fatores que fazem a diferença para um desempenho criativo otimizado. Amplamente ilustradas com textos, vídeos e exercícios, e usando fontes de disciplinas variadas, as aulas demonstram que a semelhança entre as dinâmicas criativas supera a diferença entre as linguagens. Entendendo os mecanismos que limitam a criatividade, podemos desenvolver estratégias que, ludicamente, contornam essas limitações.
Capacidade: 100 pessoas

19:00 – 21:00 – Exposição À mostra – Fotografia expandida, com Denise Cathilina, alunas e alunos do curso
Ocupação da sala de fotografia exibindo os trabalhos realizados pelos alunos das turmas do primeiro semestre. Os artistas estudantes e a professora estarão presentes recebendo os visitantes, falando sobre o curso e sobre o processo de trabalho .
Capacidade: 30 pessoas

19:00 – 21:00 – Aula aberta A gravura em outras bases e em todos os níveis, com Susana Spadaccini
Conversa sobre os privilégios das técnicas abordadas no curso e os materiais base que serão necessários para o desenvolvimento dos projetos individuais. Além disso, será realizada visita de apresentação da oficina, onde os futuros alunos entenderão melhor o processo e visualizarão trabalhos já finalizados por outros integrantes. Busca-se provocar uma aproximação dos visitantes com as novas técnicas sustentáveis de produção de imagem na gravura.
Capacidade: 16 pessoas

19:00 – 21:00 – Aula aberta do curso A Arte do Tarô : A forma é o conteúdo ou como ler imagens, com Nadam Guerra
O professor Nadam Guerra vai realizar uma aula demonstração do Curso A Arte do Tarô, traçando paralelos entre arte e oráculo, demonstrando como funciona a leitura de imagens e dialogando sobre a fisiologia da forma do entendimento.
Capacidade: 22 pessoas

QUINTA-FEIRA – 08/08

14:00 – 16:00 – Apresentação do curso Colagem como Linguagem, com Rodrigo Torres e Pedro Varela
Encontro no qual os professores farão uma apresentação da dinâmica do curso, projeção da produção artística dos professores e dos resultados obtidos pelos participantes do curso anterior.
Capacidade: 30 pessoas

14:00 – 16:00- Aula aberta Vanitas e Memento Mori. Diálogo em produção em arte contemporânea, com Valerio Ricci
Aula aberta no qual o professor fará a apresentação do curso, mostrando o percurso didático a partir do trabalho dos ex-alunos e de uma seleção do material das aulas teóricas.
Capacidade: 30 pessoas

14:00 – 16:00 – Aula aberta Serigrafia não-fotográfica, com Evany Cardoso
Aula introdutória e prática em torno da serigrafia não-fotográfica – maneira de trabalhar com a matriz serigráfica sem necessidade de aparelhagem especial como a câmara escura ou utilização de emulsão foto-sensível.
Capacidade: 8 pessoas

14:00 – 16:00 – Aula aberta zonas de contato, de negociação, de ferida, de contágio, de cicatrização, de resistência, de organização, de proteção, de elasticidade, de porosidade, de experiência, de produção sensível, com Millena Lízia
Roda de Conversa, em torno das questões do curso Experiências Epidérmicas, na qual os participantes serão convidades a se disporem lado a lado, em composição ancestral-utópica da roda, para realizarem algo muito simples: dizer quem são, se apresentar. Na simplicidade deste gesto guardam grandes questões, pois nos movimentarmos no sentido das nossas apresentações é pensarmos em nossas presenças. E nossas presenças não se fazem de modo igual.

19:00 – 21:00 – Aula aberta Arte do Século XXI, com Marcelo Rocha
O curso Arte do Século XXI apresenta e analisa a grande diversidade da produção artística que encontramos no mundo de hoje, em busca de reconstituir o painel rico e complexo de ideias e obras que caracteriza a arte de nosso tempo. No evento EAV de Portas Abertas, faremos uma apresentação sobre o surgimento da arte contemporânea nos anos 60, com o objetivo de esclarecer as condições que definirão a arte do século XXI.
Capacidade: 16 pessoas

19:00 – 21:00 – Aula aberta Experiências gráficas, com Bia Amaral e Giodana Holanda
Apresentação de projeção com trabalhos de alunos que frequentaram as edições anteriores do curso, explicando o método de trabalho, seguida de visita às oficinas de gravura.
Capacidade: 15 pessoas

19:00 – 21:00 – Aula aberta Da curadoria a expografia: concepção e prática expositiva, com Sonia Salcedo
Aula aberta na qual a professora fará a apresentação do curso, metodologia e temas que serão trabalhados ao longo do semestre.
Capacidade: 15 pessoas

SÁBADO – 10/08

10:00 – 12:00 – Aula aberta Laboratório de Pesquisa: introdução e metodologia, com Fabia Schnoor
Apresentação da metodologia do Laboratório de Pesquisa: Respirar, Comer e Dormir e breve introdução ao pensamento de Aby Warburg e Giulio Camillo, principais referências do curso.
Capacidade: 20 pessoas

10:00 – 12:00 – Aula aberta Arte no Parque, com Daniela Seixas e Deise Alcântara
Através de proposições e experimentos, busca-se uma aproximação significativa e ao mesmo tempo divertida com a arte feita na contemporaneidade e sua relação com o mundo. Ao explorar gestos, materiais e ambientes diversos, investe-se na potência criativa e curiosa das crianças e no desenvolvimento de sua capacidade de perceber, produzir e refletir sobre suas realizações. Dentro da sala e no parque, os interesses individuais e do grupo são trabalhados de maneira processual.
Capacidade – 15 pessoas – Faixa etária: 04 a 12 anos

10:00 – 12:00 – Aula aberta sobre Pintura, com Chico Cunha
Os professor apresentará o curso A prática da pintura, tirando dúvidas dos alunos sobre as metodologias e conteúdos apresentados. É necessário trazer material de pintura.
Capacidade: 10 pessoas

12:00 – 18:00 – A Arte do Tarô, com Nadam Guerra
Os alunos da aula A Arte do Tarô, com o professor Nadam Guerra, jogam com os baralhos autorais produzidos durante a oficina para o público. Dividindo assim um pouco do processo com os participantes. A ação será realizada sábado e domingo, como parte da programação da Feira Tijuana
Capacidade: Jogos curtos de 5 a 20 minutos. Por fila de espera.

* Confirme a programação no website da EAV Parque Lage

Publicado por Patricia Canetti às 1:35 PM


julho 28, 2019

Projeto Latitude discute a profissionalização de curadores e práticas curatoriais em galerias na Unibes Cultural, São Paulo

Projeto Latitude promove encontro sobre curadoria, mercado e fomento das artes, comentando e apresentando resultados da 1ª edição do Intercâmbio de Curadores, uma oportunidade de pesquisa no Getty Research Institute (Los Angeles, EUA), com a participação de Alessandra D’Aloia, Alexia Tala, Ana Cândida Avelar, Idurre Alfonso, Luciana Brito, Priscila Arantes, Yara Castanheira.

6 de agosto de 2019, terça-feira, das 10h às 17 horas

Unibes Cultural
Rua Oscar Freire 2500, Pinheiros, São Paulo, SP
11-3065-4333
Inscrições online

O projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad promove o evento “Especial Curadoria – Encontro Temático + apresentação: Intercâmbio de Curadores”. Dividido em duas partes, na primeira contará com a orientação das pesquisadoras Ana Leticia Fialho e Monica Novaes Esmanhotto para o Encontro Temático “Práticas curatoriais em galerias de arte”. Encontro traz a curadora independente Alexia Tala para falar sobre a presença do curador nas galerias e em projetos institucionais e suas implicações no mercado nacional e internacional.

A segunda parte do evento tem como foco o projeto Intercâmbio de Curadores – Pesquisas e práticas curatoriais, iniciando-se às 14h30 com a mesa sobre editais, bolsas e prêmios de fomento à formação de curadores brasileiros. Dela participam as curadoras convidadas Priscila Arantes (diretora do Paço das Artes, professora da PUC-SP e representante do júri da 1ª edição do Intercâmbio de Curadores) e Idurre Alfonso (curadora associada para arte latino-americana do Getty Research Institute), as galeristas Alessandra D’Aloia (Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel) e Luciana Brito (presidente da ABACT e diretora da Luciana Brito Galeria), e da coordenadora de programação cultural do Goethe-Institut São Paulo Yara Castanheira.

A palestra com Ana Cândida Avelar começa às 16 horas, quando a curadora e professora da Universidade de Brasília – UnB, selecionada na 1ª edição do Intercâmbio de Curadores, fala de sua pesquisa de dois meses no Getty Research Institute (Los Angeles, EUA), trazendo relatos e imagens de sua experiência.

Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad
É um programa desenvolvido por meio de uma parceria firmada entre a Associação Brasileira de Arte Contemporânea – ABACT e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil, para promover a internacionalização do mercado brasileiro de arte contemporânea. Criado em 2007, conta hoje com 46 galerias de arte do mercado primário, localizadas em sete estados brasileiros e Distrito Federal, que representam mais de 1000 artistas contemporâneos. Seu objetivo é criar oportunidades de negócios de arte no exterior, fundamentalmente através de ações de capacitação, apoio à inserção internacional e promoção comercial e cultural.

Publicado por Patricia Canetti às 11:57 AM


julho 21, 2019

Dynamic Encounters - Inhotim em outubro

Nosso próximo projeto Dynamic Encounters Inhotim acontecerá durante 3 dias de imersão no museu que provoca um diálogo entre arte e botânica, com novos projetos inaugurados periodicamente e obras criadas site-specific. Após a tragédia de Córrego do Feijão, em janeiro deste ano, o Inhotim tem sido um importante agente na recuperação de Brumadinho, trazendo novas memórias à região, com uma ampla agenda cultural, reforçando seus vínculos com a cidade.

10 a 13 de outubro de 2019 - inscrições até 31 de julho de 2019

Dynamic Encounters
Informações: 21-2553-3748 / 9224 ou por email

Parte do cenário internacional de arte contemporânea, o museu integra arte e arquitetura à biodiversidade de suas paisagens. Em constante transformação, Inhotim abriga obras de artistas como Tunga, Cildo Meireles, Adriana Varejão, Hélio Oiticica, Ernesto Neto, Doug Aitken, Chris Burden, Yayoi Kusama e Rivane Neuenschwander, entre outros.

O projeto Dynamic Encounters tem como diferencial unir uma equipe de professores com abordagens múltiplas, que somados ao acervo de Inhotim, tornam a experiência imersiva singular. Cuidadosamente selecionada, a equipe desta edição é a mais experiente em nossos projetos internacionais e nacionais, composta por artistas, professores e críticos de arte, que instigam o pensamento crítico e educam o olhar, criando uma atmosfera de troca e discussão.

No primeiro dia (quinta-feira, dia 10) haverá um jantar de confraternização do grupo.

Equipe (sujeita a alteração)
Charles Watson, Educador e palestrante EAV Parque Lage, RJ
Fernando Cocchiarale, curador MAM, RJ
Frederico Carvalho, professor EBA-UFRJ, RJ
Jailton Moreira, educador e artista plástico, RS
Anna Bentes, pesquisadora e produtora cultural, RJ

Vagas limitadas, entre em contato para conhecer programação detalhada, valores e formas de pagamentos.

Publicado por Patricia Canetti às 12:27 PM


Semana de aniversário do MARGS, Porto Alegre

Para celebrar o aniversário de 65 anos, o MARGS convida o público para uma programação especial ao longo da semana, que terá falas, mostra de vídeo, oficina e shows. O ponto alto e diferencial se dará no próximo sábado, data de aniversário, quando as Pinacotecas, o espaço mais nobre do museu, darão lugar a um evento com apresentações musicais.

23 a 27 de julho de 2019

Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli - MARGS
Praça da Alfândega s/n, Centro Histórico, Porto Alegre, RS
Terças a domingos, das 10h às 19h, com entrada gratuita
Visitas mediadas podem ser agendadas por e-mail

SEMANA DE ANIVERSÁRIO
Programação especial em homenagem aos 65 anos do MARGS

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) comemora em 2019 os seus 65 anos. O aniversário é celebrado no dia 27 de julho, data de fundação do museu em 1954 por meio do decreto com que o governo do Estado do RS oficializou a sua criação (Leia aqui sobre a história do MARGS).

As exposições atualmente em exibição no museu foram prorrogadas para receber o público durante a semana de aniversário.

CONVERSAS NO MUSEU

Traços de Memória do Museu
com Luiz Inacio Medeiros e Miriam Avruch (ex-diretores do MARGS)
27 de julho, terça-feira, às 16h
Auditório do MARGS
Entrada franca, lugares ocupados por ordem de chegada, com capacidade para 60 pessoas

A programação começa com o já tradicional evento de palestras, Conversas no Museu, organizado mensalmente pela Associação dos Amigos (AAMARGS).

Para esta edição especial, intitulada Sobre “Traços de memória do museu”, foram convidados para falar ao público dois ex-diretores do MARGS: Luiz Inácio Medeiros, diretor entre 1975 e 1979 e responsável pela transferência do museu em 1978 para a atual sede no prédio situado à Praça da Alfândega, e Miriam Avruch, diretora entre 1988 e 1991.

AUDIOVISUAL

Mostra-ocupação AVSD
24 de julho, quarta-feira, a partir das 10h
Galeria Iberê Camargo
Até 4 de agosto
Entrada franca

O grupo de pesquisa “AVSD — Audiovisual sem destino” ocupa a Galeria Iberê Camargo com uma seleção de vídeos projetados no espaço da galeria. Trata-se de uma retrospectiva dos trabalhos selecionados em quatro edições do projeto (2014, 2015, 2016, 2018). No total, serão exibidos 94 vídeos de diferentes temáticas e estilos, apresentados sequencialmente e de modo contínuo.

Coordenada pela artista, pesquisadora e professora Elaine Tedesco, do Instituto de Artes (IA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o AVSD consiste em um edital de convocatória para trabalhos em videoarte, resultando em exposição paralela com artistas convidados e um seminário ou workshop. Iniciado em 2014, o projeto vem sendo uma oportunidade para apreciação da produção jovem de videoarte no Brasil.

FALA PÚBLICA

“História das Exposições como abordagem curatorial”, a partir da remontagem da exposição “Frantz – Pichações” (1982)
Com Frantz e Francisco Dalcol
25 de julho, quinta-feira, às 16h
Auditório do MARGS
Entrada franca, lugares ocupados por ordem de chegada, com capacidade para 60 pessoas

A programação especial de aniversário prossegue, novamente no auditório do museu, com a fala pública “História das Exposições como abordagem curatorial”. Na ocasião, o artista Frantz e o diretor-curador do MARGS, Francisco Dalcol, falarão da experiência da remontagem da exposição “Pichações”, de 1982, que ocupa uma das três salas da mostra “Frantz — Também e ainda pintura”, atualmente em exibição no museu.

Nessa mostra de 1982, Frantz apresentou no MARGS pinturas baseadas nas intervenções escritas que encontrava nos muros à época, muitas delas de caráter político e subversivo. Foi uma exposição audaciosa, e também provocativa, tanto pelo fato de um museu apresentar pichações, como por se tratar de um jovem artista, então com 19 anos.

Passadas quase quatro décadas, “Pichações” foi remontada na nova exposição individual de Frantz, procurando emular o significado e a experiência da exposição original ao reunir a quase totalidade dos trabalhos expostos em 1982, à maneira como foram apresentados. São obras que hoje se encontram em coleções particulares e acervos públicos, a exemplo do próprio MARGS.

A remontagem dessa exposição do passado marca a estreia de um ciclo expositivo da atual gestão, intitulado “História do MARGS como História das Exposições”, com o qual se pretende revisitar episódios da história do museu – e de artistas que nele expuseram – a partir de exposições emblemáticas do passado.

Na fala pública, Frantz e Francisco Dalcol revisitam a exposição do passado a partir da experiência advinda do seu processo de remontagem, abordando a História das Exposições enquanto estratégia e metodologia curatorial.

FOTOGRAFIA

Cianotipia, com Andréa Brächer
27 de julho, sábado, às 10h
Torreão 3 do MARGS
Entrada franca, mediante inscrição prévia

A artista Andréa Brächer ministra a Oficina de Cianotipia. A atividade parte do uso do processo fotográfico histórico do cianótipo (cianotype ou cianótipo/cianotipia), um processo fotográfico conhecido também como Blueprint, baseado na sensibilidade dos sais de ferro aos raios U.V., sendo também classificado como iron printing.

Desenvolvido por Sir John Hershel em 1842, é um dos primeiros processos fotográficos permanentes e um dos mais antigos. Originalmente era utilizado para copiar notas, embora no terreno dos retratos não tenha sido aprovado. O primeiro livro ilustrado fotograficamente foi realizado com a técnica pela primeira fotógrafa mulher, a britânica Anna Atkins. Essa publicação de mais de 400 imagens chama-se British Algae: Cyanotype Impressions, editada em 1843. Nele estão registrados os fotogramas ou shadowgraphs de algas e de espécimes botânicas da Grã-Bretanha. Exemplares destas imagens encontram-se no Victoria and Albert Museum em Londres, Grã-Bretanha.

No momento, Andréa Brächer apresenta nas Salas Negras do MARGS a exposição “Ficções de um jardim: fotografia e literatura”.

ATENÇÃO: inscrições para a Oficina de Cianotipia são limitadas e gratuitas, devendo ser feitas presencialmente no Núcleo Educativo do MARGS. Idade mínima: 14 anos. Mais informações: educativo@margs.rs.gov.br ou (51) 3225-7551. Horário para se inscrever: de segunda a sexta das 10h às 18h. Os materiais necessários serão fornecidos pela organização.

APRESENTAÇÕES MUSICAIS — MPB E JAZZ

MPB com Roda Viva e jazz com Ivone Pacheco & Clube de Jazz
27 de julho, sábado, às 16h
Pinacotecas do MARGS
Entrada franca

A programação especial da semana de aniversário dos 65 anos do MARGS ganha um diferencial no sábado, quando as Pinacotecas do museu darão lugar a apresentações musicais, a partir das 16h: MPB com a banda Roda Viva e jazz com o grupo Ivone Pacheco & Clube de Jazz.

Desde 2004, a banda Roda Viva tem se dedicado a trabalhar e divulgar a obra de Chico Buarque, homenageando-o com apresentações musicais. Formado com o intuito de reunir amigos e celebrar a obra do compositor carioca, o grupo vem se apresentando em diversas casas noturnas, pub, teatros e eventos culturais de Porto Alegre e do interior de Estado. Por meio de um constante trabalho de pesquisa sobre a produção musical de Chico, a banda Roda Viva já interpretou mais de uma centena de músicas ao longo destes anos, incluindo seus grandes clássicos e muitas outras pouco conhecidas do grande público. O grupo é composto por José Leandro Luz (voz), Juliano Luz (contrabaixo, piano e vocal), Maestro Nambú (saxofone e clarinete), Fabio Bohrer (violão, cavaquinho e vocal), Felipe Bohrer (violão, flauta, percussão e vocal), Jeferson Azevedo (percussão e vocal) e Rafael Bohrer (bateria).

Já para Ivone Pacheco & Clube de Jazz tudo começou na cidade de Porto Alegre, em abril de 1982. Aos 50 anos, depois de ter criado os filhos, cursado a faculdade de Música e lecionado música como professora estadual concursada, Ivone Pacheco pôde enfim dar asas a sua veia artística. Teve então a ideia de fazer do "porão" de sua casa, que tinha sido a discoteca dos filhos nos anos 1970, um "clube de jazz". Mãos à obra, pintaram-se as paredes de preto e lá foram penduradas capas de disco, fotos, pôsteres e quadros. Móveis antigos foram trazidos para o porão, junto com o piano, que estava na sala.

Há regras que regem os encontros do Clube de Jazz, a começar pelo fato de que ele não tem caráter comercial. Os convidados levam sua própria bebida e nada é cobrado. O endereço é mantido em segredo, e é assim há mais de 30 anos: só vai quem sabe ou se conhece alguém que já foi.

Depois de pôr em funcionamento o Take Five, que é a denominação oficial do Clube de Jazz, Ivone Pacheco começou a se apresentar em bares e fazer shows, tanto na capital como em cidades do interior, em outros estados e também fora do Brasil, tocando nas ruas, nos metros e
em pubs, passando a ser chamada de A Dama do Jazz.

EXPOSIÇÕES

Para receber o público em sua semana de aniversário, o MARGS prorrogou em mais alguns dias o período de exibição de três exposições atualmente em cartaz.

A mostra Acervo em movimento: um experimento de curadoria compartilhada entre as equipes do MARGS segue aberta para visitação até o domingo (28/07) nas Pinacotecas. Na sexta-feira (26/07), parte dela será desmontada para que uma das galerias dê lugar às apresentações musicais que ocorrerão no sábado de aniversário (27/07).

Já a exposição “Danúbio Gonçalves — Uma homenagem a partir do acervo do MARGS” recebe o público até a sexta-feira (26/07) na Sala Aldo Locatelli.

Por fim, a exposição “Ficções de um jardim: fotografia e literatura”, que Andréa Brächer apresenta nas Salas Negras, ficará em exibição até 04/08.

No momento, o MARGS também apresenta Frantz — Também e ainda pintura, que segue em exibição até 01/09 na Galeria João Fahrion e nas Salas Pedro Weingärtner e Angelo Guido.

Publicado por Patricia Canetti às 12:21 PM